Praia do Sono – Paraty: lugar incrível para se acampar no Rio de Janeiro

Image and video hosting by TinyPic

Praia do Sono, em dezembro de 2015 resolvi falar com uma amiga e perguntar qual seria sua virada de ano, ela simplesmente me convidou pra ir a Praia do Sono Paraty – RJ.

Muito empolgado disse sim vamos, o legal é que foi um modelo bem diferente de viagem, se chama “Trip” é um modelo tipo excursão onde você paga o pacote todo com estadia em Pousada ou Camping.

O engraçado desse modelo de viagem: vai da confiança entre você e a agência responsável, eles enviam uma conta de banco você deposita e partiu! é tipo booking.com de forma completa, algumas rolam até churrasco e outras regalias, como passeios de barco, mergulho e afins. Da um pouco de insegurança para os marinheiros de primeira viajem, mais a grande maioria são agencias idôneas e tudo ficou bem.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_01
Primeiro dia na Praia do Sono

Detalhe: fui informado que tinha uma trilha, até a primeira vista tudo bem, tudo azul, o problema foi que essa trilha era o acesso a praia e eu pensando que era apenas alguma diversão. O translado de barcos era um fila imensa, então essa era a única opção.

Logo na primeira subida perdi o fôlego, na época era fumante confesso que bateu um certo medo, então fomos em passos lentos. Percebi que as regras são as trilhas quem ditam e não você. E tudo foi fazendo sentido.

A mochila era uma comum de uso diário e entre as costa e a mochila a barraca enfiada nas alças. :=) nunca passei algo tão desconfortável como nesse dia mesmo curtindo a trilha. Pra ter noção nem fotos tem da trilha nessa primeira vez. :=)

Como todos já sabem a Praia do Sono é um lugar lindo, foi tudo muito bem, ali eu estava passando por uma transição de vida algo estava para mudar. Eu sentia energias boas o tempo todo. Chegando na praia percebi uma orla bem diferente de uma praia convencional, artistas espalhado por todo lado, vários (Músicos até Artesãos).

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_02
Liberdade total na prática de Slackline

A praia do Sono é uma das paisagens mais belas de Paraty, um lugar perfeito para o eco-turista que busca tranquilidade em sua orla sombreada por amendoeiras nativas.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_03
Fazendo um som depois da meia-noite

Essa foi a reunião de músicos mais bonita que eu já vi, foram chegando de todo o lado, conforme acabavam as apresentações em outros bares, todos levavam seus instrumentos para tocar nesse local e logo se formou uma “Big Band”.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_03
Músicos na praia do sono

A infra-estrutura turística é bem pequena, contando com algumas pousadas e restaurantes, todos na pequena vila de pescadores são bem simples e atenciosos.  O principal meio de hospedagem é o uso de camping: são 17 ou mais de áreas onde se oferece infra-estrutura mínima porém muito bem cuidadas. Todos os proprietários  estão cheios de vontade para receber todas as pessoas que lá passam seus finais de semana e feriados.

VOLTANDO PARA A VIDA REAL

Em São Paulo fui numa loja de artigos para Camping e afins, comprei tudo que tinha direito: Obs.: A uns 10 anos atras eu fui fotógrafo dessa loja e nem dava atenção nenhuma pra grande maioria dos produtos. A vida da muitas voltas :=)

  1. Mochila (cargueira)
  2. Colchão auto inflável (enche com a boca)
  3. Lanterna de mão e para a barraca
  4. Talheres
  5. Bota

Voltei a Praia do sono no carnaval ainda em 2016 dessa vez todo equipado, foi uma beleza, parecia que ela estava mais linda. E dessa vez com mais dinheiro pois na primeira vez em 2015, não sabia que o acesso aos cartões era escasso. Detalhe, fiz um som com o Neto Trindade! é, isso mesmo. Foi muito loco. Na verdade eu fiquei com a galera dele e o baixista o dia todo e nem sabia quem eles eram, quando foi a noite teve o show do Neto trindade.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_07
Neto Trindade na Praia do Sono

Acessível apenas por trilha, com uma jornada de uma hora, a Praia do Sono é um paraíso de rara beleza natural. Com areias finas e águas transparentes, o local reserva momentos inesquecíveis juntamente a mata atlântica preservada da Reserva Ecológica da Juatinga, uma instituição de conservação de proteção integral do estado do Rio de Janeiro que comporta importantes ecossistemas da Mata Atlântica.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_04
Primeira subida da trilha

Há cinquenta anos moravam 220 famílias na Praia do Sono, que viviam da pesca artesanal e agricultura, constituindo uma comunidade caiçara tradicional. Com a abertura da rodovia Rio-Santos na década de 70, um grande especulador de terras comprou e indenizou 213 famílias, permanecendo apenas dezessete delas que lutaram bravamente pela posse de suas terras. Os sobrenomes dessas famílias são: Castro, Santos e Araújo todos descendentes de famílias portuguesas que aportaram na região.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_05
Mirante no final da trilha

Algumas famílias cultivam roça de mandioca para produção de farinha numa única casa de farinha presente que recorda a tradição da cultura alimentar. Atualmente vivem na comunidade 60 famílias (286 pessoas), a maioria evangélica. A maioria deles vive do turismo sazonal – verão e feriados prolongados, e da pesca artesanal, em baixa escala.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_06
Praia linda como sempre

E pra comemorar um ciclo de viagens que eu tinha determinado de 2016 a 2017 passei a virada do ano de 2018 no Sono. Isso mesmo, mais uma jornada nesse lugar maravilhoso.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_01
Mesmo na lama tive tempo pra fanfarrar

O projeto foi passar um ano Sabático que foi concluído com sucesso.

Ano sabático, é conhecido como o período de 12 meses em que a pessoa se dedica a algum projeto de vida particular, retirando para isso uma licença de suas funções profissionais.

Só um teco da trilha

Com 100 gramas ou 1000 tonelada de barro na trilha, esse lugar me surpreende cada vez mais. Dessa vez corri em volta da tradicional fogueira da meia-noite, não pra queimar algo do passado, mais pra Iluminar o futuro. E como sempre, New Friends.

Pé na Lama e ouvido a banda 311, chique né!

Na virada de todos os  anos a praia é iluminada por uma grande fogueira bem grande por sinal, onde os locais caiçaras correm em volta, na sequencia os turistas participam da cerimônia.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_02
Lenha para a queimada

Próximo ao Sono um passeio imperdível para quem visita o local, Antigos e Antiguinhos duas praias desertas e selvagens, acessíveis por uma trilha forte e íngreme no final da praia do Sono. Seguindo por essa trilha você vai encontrar, Ponta Negra uma praia também deserta e selvagem. É um local turístico ponto de partida para trilhas que dão acesso ao Pico do Cairuçu e a Pedra da Jamanta. Por causa de suas águas claras é procurada para a prática de mergulho.

Sono_Paraty_Rj_Das_Trips_Leandro_Mikk_01
Orla da praia

INFORMAÇÕES ÚTEIS PARA CHEGAR

(Lembrando que pode sofrer algumas alterações, pesquise outras fontes)

Quem for com uma graninha,  não passa aperto nenhum. Tem muitos locais para comer, os nativos fazem café da manhã, almoço, janta, e a comida é muito boa! Os valores ficam em torno dos R$20 a R$30 por refeição. Outra coisa, qualquer tipo de suprimento que precisam, eles tem por lá. Não tem erro! Vale a pena!”

Telefone Comunitário da Praia do Sono: (24) 3373-1904

Informações turísticas: (24) 3371.1897 / 3371.1222

Associação Cairuçu: (24) 3371-4881

site: www.cairucu.org

COMO CHEGAR?

De carro: pela Rio-Santos, no sentido São Paulo pega-se a estrada para o Condomínio de Laranjeiras. A entrada da trilha fica em uma pequena vila logo após o condomínio.

De Barco: converse com os pescadores do cais de Paraty ou Paraty Mirim sobre as condições de navegação e o preço. Lembre-se que é uma viagem longa em mar agitado!

Ônibus: a linha 1040 vai até Laranjeiras de onde se anda alguns metros até a entrada da trilha.

Trilha: o caminho para o Sono não exige muito preparo físico. Por ser primitiva e isolada, a trilha não é recomendável para pessoas com problemas de saúde ou locomoção. Acesso por trilha de 50 minutos a partir da Vila do Oratório.

DICAS DO VIAJANTE

Se você já visitou este atrativo e sabe de alguma dica útil, compartilhe com outros leitores. Dessa forma, você estar contribuindo para que os outros também possam compartilhar boas experiências.

Lembra que mencionei a banda 311, clica ai no play.

 

Conheça mais sobre Leandro Mikk:
https://www.instagram.com/leandro_mikk/

Pra você que é #Das Trips e vai fazer o seu primeiro Mochilão na America do Sul, essa é uma ótima opção para o seu roteiro.

Gostou?

Deixa aí um comentário.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.